Cron - Centro Regional de Oncologia

Adotar 5 hábitos saudáveis na meia-idade pode acrescentar 10 anos de vida

Americanos na meia-idade que seguem uma dieta saudável, fazem exercício regularmente, não fumam, bebem quantidades moderadas de álcool e mantêm um peso saudável podem viver mais de uma década do que aqueles que não fazem nenhuma destas coisas, sugere um novo estudo.

Os pesquisadores definiram os cinco hábitos saudáveis: nunca fumar, manter um índice de massa corporal (IMC) entre 18,5 e 24,9 kg/m3, realizar 30 minutos ou mais de atividade física diariamente, seguir uma dieta de alta qualidade e consumir quantidades moderadas de álcool, 5g a 15g/dia para mulheres (por exemplo, no máximo um copo de vinho ao dia) e 5g a 30g/dia para homens (por exemplo: no máximo dois copos de vinho ao dia).

Eles estimam que a expectativa de vida aos 50 anos será 14 anos mais longa para mulheres (93 anos de idade vs. 79) e 12,2 anos mais longa para homens (87,6 anos vs. 75,5) se eles seguirem todos estes hábitos vs. nenhum destes comportamentos saudáveis.

 

5 hábitos saudáveis

 

Até mesmo a adoção de apenas alguns destes hábitos saudáveis já ajuda. Cada um destes fatores prolonga a expectativa de vida em cerca de dois a três anos. Este benefício substancial não é tão difícil de alcançar. Os médicos precisam convencer seus pacientes a fazerem o máximo possível. Mas se eles não conseguirem, apenas um pequeno passo ainda ajuda para aumentar a longevidade.

Cada uma das modificações de estilo de vida fará com que você viva mais e melhor. Prestar atenção a alguns indicadores de estilo de vida muito simples é algo que não fazemos na prática clínica. Os médicos avaliam os fatores de risco tradicionais, tais como colesterol, pressão arterial e glicose, mas não existem ferramentas para analisar e focar no estilo de vida.

Este estudo está mostrando claramente que um estilo de vida saudável pode aumentar a expectativa de vida dos americanos de forma bastante substancial. Os sistemas de saúde nos Estados Unidos, Brasil e Canadá são orientados para tratamento de doenças e não para a promoção da saúde, mas nós precisamos de medicina de estilo de vida.

Comparados a homens e mulheres que não mantinham nenhum dos hábitos de estilo de vida saudáveis, aqueles que o faziam apresentaram um risco de morte por doença cardiovascular 82% menor, um risco de morte por câncer 65% menor, e um risco de morte por qualquer causa 74% menor.

Apenas 15% dos americanos preenchiam todos os cinco critérios para um estilo de vida saudável entre 1988 e 1992 e ainda um número menor, 8%, os preenchiam entre 2001 e 2006. A maior razão foi que quase a metade destas pessoas era obesa, cerca de 40% eram tabagistas correntes ou no passado, e a maioria das pessoas era sedentária.

Um estilo de vida saudável deve começar antes dos indivíduos se tornarem pacientes. Espera-se que tanto a população geral quanto os médicos se deem conta de que não é muito difícil adotar um estilo de vida mais saudável. Este estudo reforça que até mesmo um pequeno progresso no estilo de vida pode ser uma grande conquista. Nunca desista.

A prevenção deve ser a prioridade máxima para políticas de saúde nacional, e o tratamento preventivo deve ser uma parte indispensável do sistema de saúde de todos os países.

De 1940 a 2014 a expectativa de vida ao nascimento nos Estados Unidos aumentou de 63 para 79 anos, mas estes números ainda são menores do que outros países desenvolvidos. Em 2015 a expectativa de vida nos Estados Unidos era a 31ª no mundo.

Enquanto isso, os Estados Unidos têm os maiores gastos com saúde, totalizando 17,1% do seu produto interno bruto, em grande parte devido a gastos em descobertas de novas drogas e tratamento de doenças.

Portanto, estes dados reforçam que o melhor remédio é a prevenção. Não precisaríamos nos preocupar com o surgimento de drogas “milagrosas” se todos nós fizéssemos a nossa parte. O problema é que, hoje em dia, é muito mais “fácil” ser uma pessoa doente do que saudável.

Com modificações simples de hábitos de vida podemos prevenir as doenças que mais matam a população em geral.

Então, mude seus hábitos, não tenha medo de ser uma pessoa saudável, previna-se, procure um médico regularmente, viva mais e VIVA PLENAMENTE!

 

Dr. Renato Cramer
Médico Oncologista Clínico CRM/RS 26.802

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2020 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA