Cron - Centro Regional de Oncologia

Câncer e Fé

Frente a situações difíceis de vida, habitualmente busca-se todos os recursos que se tem disponíveis para conseguir enfrentar as adversidades. Ao receber um diagnóstico de câncer, expressões como “fiquei sem chão” são bastante recorrentes. Nesta situação, embora todos tenham conhecimento da finitude do corpo físico, questões relacionadas a como levamos a vida e como será a morte automaticamente passam a ocupar os pensamentos.

Já não é novidade que alguns tipos de câncer podem ser curados, principalmente quando descobertos precocemente. Da mesma forma, sabe-se que existem doenças agressivas e quando diagnosticadas tardiamente fazem com que a expectativa de vida das pessoas acometidas seja menor. De qualquer forma, é importante buscar atendimento especializado tanto para prevenir quanto para realizar os tratamentos adequadamente.

A equipe de especialistas poderá desfazer fantasias, esclarecer dúvidas, orientar acerca dos tratamentos, acompanhar, escutar ativamente e auxiliar em todo o processo de doença.

Eventualmente, pessoas que querem ajudar podem acabar prejudicando os doentes ao dar dicas, receitas milagrosas, tratamentos alternativos, orientações com base em suas vivências ou informações de fontes nem sempre confiáveis.

 

Câncer e fé

 

É preciso cautela e sempre se certificar com a equipe de saúde se não há riscos!

Um recurso que pode auxiliar as pessoas em um momento difícil da vida é a FÉ. Independentemente da crença, religião, filosofia que se tenha, a fé contribui de forma bastante positiva na qualidade de vida, auxiliando nos tratamentos, na recuperação, na aceitação das doenças, no combate à insônia, depressão e ansiedade.

O termo Fé, do Latim fide, é a adesão de forma incondicional a uma hipótese que a pessoa passa a considerar como sendo uma verdade sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação.

Estudos já demonstraram que pessoas envolvida em práticas religiosas, sejam elas quais forem, podem apresentar uma maior tolerância a dor, enfrentar melhor doenças graves, recuperam-se mais rapidamente, inclusive de cirurgias cardíacas, melhoram o sistema imunológico, possuem menos pensamentos e comportamentos suicidas, consomem menos álcool e outras drogas.

Fé e ciência se complementam, desta forma, é importante seguir os tratamentos médicos e associar medidas que auxiliam a direcionar o cérebro para um pensamento positivo, seja com orações, meditação ou outras formas de elevação.

 

Daniel S. da Silva
Enfermeiro COREN/RS 176.272

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2020 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA