Cron - Centro Regional de Oncologia

O acolhimento que humaniza e fortalece

Estratégia melhora relação com pacientes e transmite tranquilidade a equipe

 

A humanização no atendimento é uma estratégia que melhora a relação dos pacientes com os profissionais de saúde e gera bons resultados nos tratamentos. Por meio da escuta e do afeto, equipes levam conforto a quem necessita e tornam mais ameno o processo de enfrentamento das doenças. O acolhimento é uma das principais características do Centro Regional de Oncologia (CRON), e a técnica tem aperfeiçoado as relações ao longo dos anos.

“Não tenho palavras para descrever a equipe do CRON”, revela a paciente Clair Carvalho da Costa. “No momento em que recebi a notícia da doença fiquei fragilizada, mas ao chegar no Centro tudo mudou. Me senti muito mais segura e preparada para encarar a nova fase”.

Clair descobriu o câncer de mama no final do ano passado e já em dezembro iniciou o tratamento no CRON. Ela conta que o processo de acolhimento foi fundamental para o melhor entendimento da doença e dos procedimentos a serem realizados. “Tive acesso a vários profissionais, como médicos, nutricionistas e psicólogas, que me orientaram em todas as etapas”, afirma.

Com foco na escuta e afeto, o acolhimento é um dos momentos mais importantes para os pacientes. De acordo com a psicóloga do CRON, Francielli Macagnan, é a partir deste momento de conversa que se estabelecem os planos de cuidado e se faz o encaminhamento individualizado.

“A escuta torna todo processo menos difícil. É muito importante que o paciente saiba e sinta que tem com quem contar, este amparo favorece o processo de enfrentamento da doença”, explica a psicóloga.

 

Monitoramento constante

No CRON, a prática do acolhimento existe desde a fundação do Centro. À medida que o espaço e a equipe evoluíram, a técnica foi intensificada e tornou-se uma característica base dos serviços da unidade.

Na prática, o paciente é encaminhado a consultas com todas as áreas. A avaliação inclui atendimento com enfermeiras, farmacêuticos, nutricionistas e psicólogos.

“Quando o paciente está em fase de iniciar o tratamento a recepção agenda a consulta de acolhimento. Mas é importante destacar que ao longo do procedimento o paciente segue sendo acompanhado e monitorado por todas as áreas”, ressalta Francielli.

 

O reflexo do cuidado

A relação mais próxima e humanizada permite aos profissionais do CRON compreenderem melhor as necessidades dos pacientes. Estabelecer o vínculo transmite confiança e tranquilidade.

Para Clair, é a atenção da equipe que faz a diferença no tratamento. “Eles se importam com o paciente, ligam para saber como estamos após cada quimioterapia. E é esse cuidado que nos fortalece”.

Hoje, a equipe do CRON é composta por 18 profissionais e tem seu trabalho reconhecido pela Acreditação ONA – nível 2. A honraria é um dos mais altos reconhecimentos na área de gestão de empresas no segmento da saúde.

 

Texto: Jéssica R. Mallmann
Créditos: Estúdio A Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2020 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA