Cron - Centro Regional de Oncologia

Perguntas e respostas sobre Quimioterapia

O que é Quimioterapia?

Quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células doentes que formam um tumor. Dentro do corpo humano, cada medicamento age de uma maneira diferente. Estes medicamentos são levados a todas as partes do corpo, destruindo as células doentes que estão formando o tumor e impedindo, também, que elas se espalhem pelo corpo. O paciente pode receber a Quimioterapia como tratamento único ou aliada a outros, como radioterapia e/ou cirurgia.

 

Quimioterapia

 

Como é feito o tratamento?

O tratamento é prescrito pelo médico oncologista e é administrado por enfermeiros especializados, podendo ser feito das seguintes maneiras:

– Via oral (pela boca): o paciente ingere pela boca o medicamento na forma de comprimidos. Pode ser feito em casa.

– Intravenosa (pela veia): a medicação é aplicada diretamente na veia ou por meio de cateter (um tubo fino colocado na veia).

– Intramuscular (pelo músculo): a medicação é aplicada por injeções no músculo.

– Subcutânea (pela pele): a medicação é aplicada por injeções logo abaixo da pele.

– Intratecal (pela espinha dorsal): menos frequentemente usada, é aplicada no líquor (líquido da espinha).

– Tópico (sobre a pele ou mucosa): o medicamento (líquido ou pomada) é aplicado na região afetada.

 

Quanto tempo demora todo o tratamento?

A duração do tratamento é planejada de acordo com o tipo de tumor, o estágio da doença no momento do diagnóstico, o objetivo almejado com o mesmo e o protocolo de tratamento prescrito. Pode durar de dias a anos.

 

É necessário mudar a rotina diária durante o tratamento?

Não. O paciente pode manter as atividades de trabalho normais, devendo comunicar ao médico qualquer reação do tratamento. Sono: é importante dormir bem e repousar, principalmente após receber a aplicação. Isso porque um corpo descansado responde melhor ao tratamento e ajuda a reduzir os efeitos desagradáveis que ele pode causar. Outros medicamentos: o paciente deve informar ao médico se possui outro problema de saúde e se toma outros remédios. Bebidas alcoólicas: são permitidas, desde que ingeridas em pequenas quantidades e eventualmente. Queda dos cabelos: caso ocorra, é importante saber que o cabelo voltará a crescer quando acabar o tratamento ou até mesmo antes. Menstruação: as mulheres que menstruam podem apresentar algumas alterações no ciclo menstrual, o fluxo de sangue do período pode aumentar, diminuir ou parar completamente. Tratamento dentário: só deve ser feito mediante autorização médica. Atividades sexuais: a quimioterapia não interfere nem prejudica as relações sexuais, que podem ser mantidas normalmente. Vale ressaltar que a gravidez deve ser evitada durante o tratamento.

 

Quais os efeitos colaterais da Quimioterapia?

Alguns efeitos indesejáveis podem ocorrer. Fraqueza (o paciente deve evitar esforço excessivo e aumentar as horas de descanso; para tanto, pode dividir com alguém as atividades caseiras e combinar um melhor horário de trabalho), Diarréia (o médico irá receitar medicamentos próprios para combater a diarréia, que podem ser ajudados com a ingestão de líquidos e de alimentos como arroz, queijo, ovos cozidos, purês e banana, que ajudam a “segurar” o intestino), perda de peso, feridas na boca (para minimizar esse efeito, deve-se manter a boca sempre limpa; na presença delas, evitar usar escova de dentes e prótese dentária; realizar enxagüe com água filtrada e uma colher de chá de bicarbonato; é indicado comer alimentos pastosos, sopas ou sucos; alimentos gelados – sorvetes, picolés, gelo – ajudam a anestesiar a boca), queda de cabelos e outros pelos do corpo, náuseas, vômitos, tonturas e dores pelo corpo.

 

Existem cuidados especiais para o paciente em tratamento?

Ao fazer a barba, o paciente deve ter cuidado para não se cortar. Nas mãos, evitar retirar cutículas e cuidado ao cortar as unhas. Caso sinta ressecamento da pele ou descamação, pode passar hidratante que não contenha álcool. Não usar desodorantes que contenham álcool. Alguns medicamentos, quando administrados inesperadamente fora da veia, podem causar lesões do tipo queimaduras, que, quando não tratadas, podem causar algumas complicações.

 

Em que situações o paciente em tratamento deve procurar o médico?

O paciente deve comunicar imediatamente seu médico em caso de: febre igual ou acima de 37,8°C; dor em qualquer parte do corpo inexistente antes do tratamento; sangramentos que demoram a estancar; falta de ar ou dificuldade de respirar; diarréia por mais de dois dias.

 

Dr. Renato Cramer Peixoto Junior
Médico Oncologista Clínico – CRM: 26802

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2020 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA