Cron - Centro Regional de Oncologia

Viver plenamente é: “enxergar a vida de maneira mais detalhista”

A arte de registrar momentos em fotos acompanha a humanidade há muito tempo e tornou-se ainda mais popular com o advento da tecnologia. Desde o começo a fotografia chama a atenção por possibilitar o resgate de memórias e experiências. Mas, foi através do olhar atento e delicado de profissionais que ela ganhou espaço e transformou a maneira de enxergarmos o mundo.

 

Viver plenamente é: “enxergar a vida de maneira mais detalhista”

 

Há nove anos atuando como fotógrafa, Daniela Giovanella conta que a fotografia entrou cedo em sua vida. Ainda jovem ela fez seus primeiros registros em eventos da família e logo percebeu a importância que as imagens têm para as pessoas. “É uma maneira incrível de transmitir sentimentos e guardar um momento especial para recordar por muitos anos”.

Observadora, Daniela conta que cada trabalho é único e de grande responsabilidade. Muito mais do que registrar um acontecimento, seu maior desafio é fazer com que as pessoas sintam o quão especial e tocante foi o momento. “Fotografar é enxergar a vida de maneira mais detalhista e admirar as pequenas coisas do nosso meio”.

A mesma sensibilidade e o olhar cuidadoso despertaram em Wiliam Perin o gosto pela captura de imagens. Influenciado pelos pais e pela dinda, também fotógrafos, Perin encontrou seu verdadeiro propósito de vida na fotografia.

 

Viver plenamente é: “enxergar a vida de maneira mais detalhista”

 

Através dos estudos desvendou a profissão e conquistou o mercado com uma linguagem simples. Suas influências são variadas e advêm da bagagem cultural e sensorial que, para ele, podem variar de um profissional para outro. “Tudo aquilo que vivemos, vemos, lemos, experimentamos e sentimos são parte do nosso repertório”.

Assim como Daniela, Perin acredita que a dedicação e a determinação fazem a diferença nos bons resultados. Para eles, surpreender as pessoas e remeter a lembranças através das imagens é recompensador. “Receber reconhecimento de todo seu suor, é extremamente gratificante”, afirma Perin.

 

Fotografia do bem

A sensibilidade da fotografia despertou um novo olhar do mundo em Daniela e Perin. Através de sua vocação, os profissionais encontraram outra forma de contribuir com as boas lembranças e ajudar comunidades. Com suas imagens contribuem com causas sociais e proporcionam momentos únicos às famílias carentes.

“Por várias vezes participei de projetos como os 15 anos dos Sonhos, realizado pelo Rotaract de Teutônia”, conta Perin. Daniela também integrou campanhas em prol dos animais, idosos e crianças carentes. Para ela, a fotografia a fez enxergar para além do que as lentes registram.

Muito mais do que fotografar, Daniela e Perin buscam fazer a diferença e sensibilizar as pessoas em seus projetos. “Não estamos fazendo um simples retrato, estamos trazendo um novo olhar. Participar destes projetos é gratificante, assim como registrar os momentos mais importantes de nossos clientes. Não tem valor que pague o sorriso das pessoas”.

 

Texto: Jéssica R. Mallmann e Bibiana Faleiro
Créditos: Jornal A Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2020 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA